O Estilo Dândi de viver


O estilo chamado Dândi surgiu na Inglaterra no período da Regência (1778 - 184), pelas mãos de George Bryan Brummel e teve seus dias de glória entre 1800 e 1830. Surgia como um novo paradigma para a masculinidade da elite, que buscava a perfeição das formas que eram vistas nas estátuas gregas.

O chamado dandismo, tinha um significado que ia muito além das fronteiras da moda na época, estava mais relacionado com um conceito, um modo de ser do que propriamente de vestir, era sim, um estilo de vida. E o mesmo não era caracterizado por luxo ou excessos, mas sim pela distinção e sobriedade, o que acabou por se tornar a marca registrada da moda masculina da época.

Costumava-se atribuir o termo dândi, os homens que tinham bom gosto, senso estético e se vestiam de forma elaborada e cuidadosa, eram minuciosos com os detalhes e primavam pela imagem requintada. O dândi era considerado o cavalheiro perfeito.

O arquetípico de período deixa de lado os babados e falbalás dos anos anteriores e adota a justeza torneando o corpo pelos traços da alfaiataria, o que posteriormente foi considerada a marca registrada do conceito dândi.

O visual era caracterizado pela calça pantalona, lisa e justa, que era o ponto focal do traje. Possuía o gancho alto sustentado por correias na cintura e um estribo de tecido nos pés, inspirado nos trajes de cavalaria. A camisa tinha a gola alta e pescoço era adornado pelo chamado “plastron” , um lenço de linho branco engomado que era usado com nós sofisticados. Nos pés as tradicionais botas da época. O casaco tinha corte reto, era decorado com botões e deixado aberto para exibir os detalhes da camisa

Esse estilo conquista cada vez mais adeptos, moderno e adaptado aos dias de hoje, mantém as características de sua essência, requinte, refinamento e principalmente o cuidado com os detalhes. E se engana quem pensa que somente os homens adoram esse estilo, as mulheres fazem uma releitura cada vez mais estilosa e feminina.


Adotam as calças em alfaiataria com corte mais justo, as camisas com golas diferenciadas e volumosas e o antigo “plastron” deu lugar aos laços, gravatas e lenços com nós diferenciados e únicos. As botas deram lugar ao salto alto e as mulheres trouxeram para o estilo, glamour, sofisticação e feminilidade.

A Ana Luísa Ramalho fez um look office inspirado nesse estilo com muito charme, elegância, sofisticação e feminilidade. A calça em malha modela o corpo, a camisa, super feminina, tem detalhes em renda que cobrem o colo e os ombros trazendo um toque de romantismo. A gola alta tem um pequeno franzido e o tradicional lenço, foi substituído por um delicado laço de fita e o casaco marcado pelos botões traz a marca registrada do estilo. Como ponto chave da combinação, trazendo diferencial, originalidade e sensualidade, o salto alto, em um modelo P&B maravilhoso e mega estiloso.

Elegante, sofisticada e original, mostrando toda sua graça, beleza e charme em um look único, que eu ameiiiii.

Gostou das dicas sobre o estilo Dândi? O que achou do look da Ana? Me conta aqui nos comentários.

#estilodandi #amodanotrabalho #estilovoce #estiloprofissional #sendomoda

F.: (51) 99917.67.87
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • instagram jpg
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • instagram jpg
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now